Mitos e Verdades da shantala - parte 1

Postado por: Denise Gurgel

Ao longo da gestação a mulher escuta um turbilhão de coisas. É um tal de: barriga pontuda é sinal de menina e arredondada é sinal de menino, se sente azia é porque o bebê é cabeludo, grávida têm que comer por dois, cerveja preta ajuda a produzir leite. E olha que citei apenas algumas opiniões, e tem mais ainda que é quando o bebê nasce.
E os pais ficam assim muitas vezes bombardeados de mitos que não possuem nenhuma base científica.
E para shantala tem mitos e algumas verdades que as pessoas dizem também. “Bora” lá descobrir se três situações são mitos ou não?

shantala é só para bebês.
Mito. Quando se fala em massagem para bebês logo lembramos da Shantala, mas ela não exclusiva para os pequeninos. Costumo dizer que todos deveriam receber massagem frequentemente e em todas as idades! Com tantos compromissos não é raro encontrar crianças com stress, insônia, intestino preso, ansiedade e tensão muscular e elas também necessitam como nós de uma atenção especial ao corpo. Com esse ritmo acelerado o indicado mesmo é diminuir as atividades e por que não receber uma massagem? Nesse caso pode ser que a shantala seja mais lúdica do que tranquila como é com um bebê de 1 mês. O importante é o momento e os laços que surgem desses minutinhos especiais.

shantala ajuda na qualidade do sono.
Verdade. A massagem ajuda o bebê a relaxar o corpo e a liberar tensões. Também há estudos realizados em bebês que a massagem possui um efeito importante de melhorar a coordenação do sistema circadiano. O ritmo cicardiano é o nosso relógio biológico e designa o período de 24 horas e regula os ritmos psicológicos do corpo humano, com influência sobre, por exemplo, a digestão ou o estado de vigília e sono, a renovação das células e o controle da temperatura do organismo. Massagem é saúde para o sono dos bebês e crianças.

fiz shantala uma vez e o meu pequeno não gostou.

Mito. Seria o mesmo que dizer que crianças não gostam de carinho ou que não apreciam estar com os pais. É normal o pequeno estranhar no começo. Ficar sem roupa e não vir o banho. O óleo no corpo. É uma novidade na rotina. Assim como quando trocamos a roupa do bebê, o levamos para o banho e em tantos outros momentos o bebê se acostuma e aprende esse movimento que fazemos e vai se sentindo tranquilo. Com a massagem pode ser assim. Por isso que a interação e estar tranquila durante a massagem é importante. Sorria bastante, toque com segurança e o bebê refletirá essas mesmas expressões.

Na semana que vem continuarei com os mitos e verdades da shantala. E se tiver dúvidas envie para mim no contato@cursoshantala.com.br e entrará no próximo post. 
Até lá! 




0 Quem gosta de shantala comenta.:

Postar um comentário