O choro do bebê sempre quer dizer algo

Postado por: Denise Gurgel



“O bebê só pode retirar–se para descansar porque começa a confiar, pela repetição da experiência, que o mundo continua vivo e permanece lá assim que ele precisar.” (Dias, 1999)

Um choro sempre quer dizer algo.

Perceba se isso acontece por aí. O bebê está brincando no tapete de atividades e de repente chora. Os pais observam o choro e rapidamente mostram, balançam uma parte do brinquedo ou oferecem outro brinquedo com estímulo auditivo para distrair o pequeno. Ele fica mais 1 ou 2 minutos no máximo achando aquilo interessante e logo o choro volta.

Essa cena parece familiar?

É super comum tentarmos distrair o bebê numa situação como essa. Porém, devemos observar que logo no primeiro choro o bebê já nos disse que está cansado. Ele pode estar querendo dizer que aquele brinquedo estimulante já chegou ao final e que deseja ir para o colo para descansar. Ou mais, que deseja dormir.

Aí você pode dizer? Poxa, mas ele ficou apenas 15 minutos brincando no tapete de atividades, é muito pouco tempo. A proporção parece pequena, mas para o bebê pouco estímulo já vem com uma grande representação, seja de relaxamento ou stress.

Quando isso acontecer nada de tentar distrair o bebê, observe os seus sinais.

Veja aqui o que você pode fazer nesse momento.

- Faça contato físico, pegue-o no colo, acaricie. Ofereça essa segurança;

- Observe se junto com o choro o bebê coça os olhos, se está com carinha de sono. Se for positivo faça como de hábito a rotina do sono;

- Retire-o do brinquedo. Mais tranquilo, você também observará melhor o que ele quer dizer;

- Se a casa estiver cheia com visitas, som, tv ligada vá para um lugar mais calmo. Muitas vezes o bebê precisa de um tempinho a mais para se acostumar com a agitação do ambiente. Lembre-se apenas de respeitar as sonecas para que o bebê não faça janela do sono. 

No curso de shantala conversamos muito sobre os sinais não verbais do bebê. Vem aprender esses segredos vem!




0 Quem gosta de shantala comenta.:

Postar um comentário