Sabrina e Matheus, vivendo o amor há 7 anos

Postado por: Denise Gurgel

Sabrina e Matheus
Dez vez em quando algumas pessoas perguntam até quando devemos shantala e a minha resposta é sempre a mesma. Não vai rir hein! Hahaha....Respondo: - Até casar! E se você deixar! Hahaha
Sim, carinho não tem idade limite. Nem para começar e muito menos para parar. A hora da massagem é aquele momento que o mundo para. E fica no olhar, no sorriso, no toque carinhoso e todas as memórias boas que queremos dar para quem está estreiando na vida.
E é sobre isso que quero dividir esse espaço aqui com você. Sobre esse investimento emocional que é a hora da Shantala e de como isso repercute na vida dos pequenos.
Winnicott, um psiquiatra infantil disse o seguinte: - "O bebê necessita exatamente daquilo que a mãe faz perfeitamente, se for natural, se estiver à vontade e entregue a sua missão. "
E foi assim com a Sabrina e o Matheus, uma entrega feliz. São muitos anos de nessa estrada junto com mães e pais. E quando recebo voluntariamente um depoimento de uma mãe que fez o curso comigo em 2008 dou pulos de alegria!

Conheci a Sabrina e o Matheus em abril de 2008. Ela mãe de primeira viagem queria aprender Shantala para fazer no seu pequeno. Ainda hoje lembro do apartamento dela, da presença da avó e do café que me serviram naquele dia. Depois desse dia mantivemos contato por e-mail e redes sociais. Via as fotos do Matheus crescendo e a explosão de felicidade em cada sorriso, eles são grandes companheiros!
Esses dias recebi esse recadinho lindo, lindo da Sabrina. Fiquei tão emocionada!
“No momento mais feliz da minha vida e sendo uma apaixonada por massagens, pesquisei na internet a shantala e fiquei completamente louca para aprender. Encontrei a Denise em várias pesquisas do google e resolvi arriscar.

Hoje me orgulho em ter feito o curso com a melhor profissional do Brasil e a indico para todo mundo que tem filhos e deseja aprender a técnica milenar da Shantala. Momentos mágicos com uma pessoa maravilhosa.

O Matheus que tem quase 7 anos adora o toque, o carinho e hoje é ele quem quer fazer massagem em mim. Não tenho dúvida que o investimento foi super importante na formação emocional e afetiva do meu filho. Denise, obrigada mil vezes. Beijos


Tem como não amar?! 




0 Quem gosta de shantala comenta.:

Postar um comentário